Notícia

Casa >  Notícia

Ímãs Permanentes vs. Eletroímãs: Comparação de Desempenho e Aplicações

Horário: 26 de março de 2024Visitas: 1

Uma lei básica da natureza, o magnetismo é aplicável de várias maneiras em nossas vidas. Os ímãs se tornaram parte de tudo o que usamos, desde a bússola que nos mostra a direção até os discos rígidos que armazenam nossas vidas digitais. Existem dois tipos principais de ímãs: ímãs permanentes e eletroímãs. O artigo considerará seu desempenho e discutirá suas aplicações.


Ímãs Permanentes


Esses ímãs formam eles mesmos um campo magnético e, por isso, foram chamados de "permanentes". Suas propriedades como ímãs não mudam mesmo quando não há nenhuma fonte externa ou corrente que o faça fazê-lo. Por exemplo, os ímãs permanentes mais comuns são feitos de ferro, níquel, cobalto e alguns metais de terras raras.


Desempenho


Os campos desses ímãs permanentes permanecem consistentes. Eles consomem pouca energia, uma vez que não são alimentados externamente. No entanto, essa força magnética não pode ser ajustada; Além disso, estes podem ser desmagnetizados quando entram em contato com altas temperaturas ou campos magnéticos mais fortes.


Aplicativos


Em muitos casos, os ímãs permanentes servem a diferentes propósitos para várias instituições. Amostras simples incluem adesivos/bússolas de geladeira, enquanto as complexas envolvem motores/geradores elétricos/ressonância magnética (RM).


Eletroímãs


Ao contrário das substâncias magnetizadas permanentes que criam um campo magnético apenas quando uma corrente elétrica flui através delas; Isso implica que tal magnetismo pode ser ligado/desligado enquanto aumenta/diminui sua intensidade alterando o valor da corrente que flui através dele.


Desempenho


A controlabilidade é um dos méritos associados aos eletroímãs. É muito fácil ajustar seus campos magnéticos regulando as correntes elétricas que passam por eles. No entanto, manter uma fonte de alimentação contínua de modo a sustentar um campo magnético leva a um grande consumo de energia e produção de calor.


Aplicativos


Existem vários exemplos onde o eletroímã pode encontrar aplicação, incluindo motores elétricos, transformadores, trens alimentados por sistema de levitação magnética, bem como em ferros-velhos onde a sucata é levantada usando guindastes.


Conclusão


Tanto os ímãs permanentes quanto os eletroímãs têm suas vantagens únicas e são adequados para diferentes aplicações. Os ímãs permanentes são eficientes em termos de energia, geram campos magnéticos estáveis e, portanto, são preferidos para aplicações que exigem um campo magnético constante. No entanto, um eletroímã pode ser usado onde quer que o campo magnético precise ser controlado em que sua magnitude é ajustável. Em várias aplicações, é necessário entender as propriedades distintivas desses dois tipos de magnetismo.

PREV:Ímãs em Engenharia Elétrica: A Relação entre Motores, Geradores e Armazenamento Magnético

PRÓXIMO:Como um Campo Magnético é Apenas um Campo Elétrico com Relatividade Aplicada?

Por favor, deixe mensagem

Se você tiver alguma sugestão, entre em contato conosco

Fale Conosco
SUPORTE DE TI

Direitos autorais 2024 © Shenzhen AIM Magnet electric Co., LTD  - Política de privacidade

emailgoToTop
×

Consulta Online